SÍNDROME DE KLIPPEL TRENAUNAY: UM RELATO DE CASO

Lucas Androczevecz Silva, Rubens Griep, Maurício Henrique Abrão

Resumo


Descrita pela primeira vez em 1900, a Síndrome de Klippel Trenaunay é uma doença rara, de etiologia ainda não bem definida, que se caracteriza pela tríade: malformação capilar cutânea (também chamada de manchas vinho do porto), veias varicosas e hipertrofia óssea e/ou de tecidos moles. Na maioria das vezes se apresenta desde o nascimento e acomete um único membro inferior, no entanto suas manifestações podem ocorrer das mais variadas formas com possibilidade de complicações importantes que agravam muito o curso da doença. O diagnóstico é essencialmente clínico, dado pela presença de pelo menos duas das três características principais, e seu tratamento costuma ser conservador, reservando as intervenções cirúrgicas para casos mais graves e complicados.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.