O ARQUITETO E URBANISTA COMO AGENTE TRANSFORMADOR DO ESPAÇO CONTEMPORÂNEO

Sirlei Maria Oldoni, Adrika Naline Drum

Resumo


O presente artigo faz parte de uma pesquisa de Trabalho de Curso de Arquitetura e Urbanismo do Centro Universitário da Fundação Assis Gurgacz, está vinculada ao Grupo de Pesquisa de Estudos e discussões sobre Arquitetura e Urbanismo, com o tema: o papel do arquiteto e urbanista para a população em áreas de fragilidades sociais e econômicas. Partindo da necessidade de se preocupar a fundo nas discussões sobre o seguinte tema, como problema: quais os impactos da atuação do arquiteto e urbanista para a população em áreas de fragilidades sociais e econômicas no contexto contemporâneo?Parte-se da hipótese inicial de que os impactos sejam positivos, pois o profissional acaba promovendo ambientes que sejam mais seguros e que possam trazer uma vida digna às famílias que vivem em áreas de fragilidades sociais e econômicas no contexto atual. Objetivou-se em compreender o papel do arquiteto e urbanista como agente transformador de espaços contemporâneos para a população que vive em áreas com fragilidades sociais e econômicas. A pesquisa se caracterizou por um estudo de caso e utilizou de revisões bibliográficas e uso do método indutivo, portanto, a análise se deu por meio das revisões bibliográficas e visita in loco, explanando fragilidades da comunidade de Heliópolis e a atuação da ONG Habitat para a Humanidade no local através do método quali-quantitativas para a obtenção de resultados na conclusão da pesquisa.


Texto completo:

PDF

Referências


BAUMAN, Zygmunt. Globalização as consequências humanas. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1999.

CAFÉ COM JORNAL. ONG reforma casas de comunidade de São Paulo. [S.I; s.n], 2016. 1 vídeo (3min27s). Publicado pelo canal Habitat Brasil. Disponível em: Acesso em: 16 mar. 2020.

CASTILHO, Juliana Vargas de. A favelização do espaço urbano em São Paulo. Estudo de caso: Heliópolis e Paraisópolis. 2013. Dissertação (Mestrado – Área de Concentração: Habitat) – FAUUSP, São Paulo, 2013. Disponívelem:< https://teses.usp.br/teses/disponiveis/16/16137/tde-06082013-095903/publico/MESTRADO_JULIANA_CASTILHO.pdf> Acesso em: 18 abr. 2020.

CAU/BR. Pesquisa inédita: Percepções da sociedade sobre Arquitetura e Urbanismo. 2015. Disponível em: < https://www.caubr.gov.br/pesquisa-caubr-datafolha-revela-visoes-da-sociedade-sobre-arquitetura-e-urbanismo/> Acesso em: 23 ago. 2019.

______. Pesquisa CAU/BR revela perfil profissional dos arquitetos e urbanistas brasileiros. 2019. Disponível em: < https://www.caubr.gov.br/pesquisa-cau-br-revela-perfil-profissional-dos-arquitetos-e-urbanistas-brasileiros/> Acesso em: 23 ago. 2019.

DATAFOLHA. História. Disponível em:

< https://datafolha.folha.uol.com.br/sobre/historia/index.shtml> Acesso em: 26 ago. 2019.

FAENG, Faculdade de Engenharias, Arquitetura e Urbanismo e Geografia. Conceituação: a função social da profissão e da Arquitetura e Urbanismo. s/ano. Disponível em: Acesso em: 21 ago. 2019.

FOLHA DE SÃO PAULO. Fotografias Heliópolis. 2018. Disponível em: Acesso em: 20 abr. 2020.

FREITAS, Hélber. Direitos sociais: direito á moradia. Jusbrasil. 2014. Disponível em: Acesso em: 26 ago. 2019.

FUNDAÇÃO JOÃO PINHEIRO. Déficit Habitacional no Brasil 2015. Belo Horizonte: FJP, 2018. Disponível em: < http://novosite.fjp.mg.gov.br/deficit-habitacional-no-brasil/> Acesso em: 23 ago. 2019.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Atlas, 2008.

GOLDENBERG, Mirian. A arte de pesquisar: como fazer pesquisa em ciências sociais. Rio de Janeiro: Record, 2014.

GOOGLE MAPS, 2020. Mapa de Heliópolis. Disponível em: Acesso em: 20 mar. 2020.

HABITAT BRASIL. História da Habitat no Brasil. s/ano. Disponível em: Acesso em: 13 jan. 2020.

HABITAT BRASIL. Habitat na Comunidade. s/ano. Disponível em: Acesso em: 29 jan. 2020.

HABITAT BRASIL. Histórias de Mães – Lucineia e Eliene.[S.I; s.n], 2016. 1 vídeo (4min39s).. Disponível em: < https://www.youtube.com/watch?v=KZTLw0qUlZo> Acesso em: 16 mar. 2020.

HUFFPOST BRASIL. ONG Habitat Brasil muda realidade das habitações em Heliópolis (SP). [S.I; s.n], 2016. 1 vídeo (3min57s). Disponível em: < https://www.youtube.com/watch?v=KqnQtLozzo4> Acesso em: 16 mai. 2020.

HYPENESS. Estes arquitetos estão transformados as moradias na periferia de São Paulo. S.d Disponível em: Acesso em: 18 abr. 2020.

INSTITUTO NET. Voluntários ajudam reformar casas em Heliópolis/ Instituto NET Cidadania. [S.I; s.n], 2018. 1 vídeo (7min29s). Publicado pelo canal Habitat Brasil. Disponível em: Acesso em: 16 mai. 2020.

LAKATOS, Eva Maria; MARCONI, Marina de Andrade. Fundamentos da Metodologia Científica. 6. ed. 6. reimpr. São Paulo: Atlas, 2008.

MARCONI, M. A; LAKATOS, E. M. Fundamentos de Metodologia Científica. São Paulo:Atlas, 2001.

MONTEIRO, Adriano Roseno; VEGAS, AntonioTolrino de Rezende. A questão habitacional no brasil. Fortaleza: [s.n.], 2000. Disponível em: < https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1984-22012017000100214&script=sci_abstract&tlng=pt> Acesso em: 21 ago. 2019.

MOREIRA, Felipe de Freitas. Heliópolis e as estratégias de enfrentamento da cidade real. São Paulo, 2017. Disponível em: Acesso em: 18 abr. 2020.

PRONI, M. W. O trabalho na civilização contemporânea: Leituras e Reflexões. In: Anais do IX Simpósio Internacional Processo Civilizador Tecnologia e Civilização,s.d, Ponta Grossa. Disponível em: Acesso em: 20 ago. 2019.

RAZÕES PARA ACREDITAR. Arquitetos reformam casas de moradores da favela de Heliópolis, em São Paulo. 2016. Disponível em: Acesso em: 18 abr.2020.

SCIELO. Tempos Líquidos. 2014. Disponível em: Acesso em:20 ago. 2019.

SANTOS, Gustavo Viana dos. A função social da arquitetura materializada no espaço de aprendizagem: Proposta de anteprojeto para uma escola de arquitetura e urbanismo em Campos dos Goytacazes/RJ. Rio de Janeiro, 2018. Disponível em: < https://www.escavador.com/sobre/3788364/regina-coeli-martins-paes-aquino> Acesso em: 22 ago. 2019.

SINDARQPR. Boletim Espaço Livre – SARQ/GO. s/ano. Disponível em: Acesso em: 22 ago. 2019.

YIN, Robert K. Estudo de caso: planejamento e métodos. Porto Alegre: Bookman, 2001.

ZEVI, Bruno. Saber ver a Arquitetura. São Paulo: Martins Fontes, 1996.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.